...

EN

ES

Uern inicia entrevistas para pesquisa sobre o impacto socioeconômico do Mossoró Cidade Junina

Professores e estudantes da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) iniciaram, nesta quinta-feira, 26, as primeiras entrevistas para a pesquisa sobre os impactos socioeconômicos do Mossoró Cidade Junina (MCJ) na economia local. O primeiro local a ser visitado foi o Hotel Villa Oeste.

De acordo com o diretor da Faculdade de Ciências Econômicas (Facem), o prof. Dr. Leovigildo Cavalcante, a pesquisa envolve três professores da Facem e 22 alunos dos cursos de Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Administração, Gestão Ambiental, Turismo e Jornalismo. O estudo será realizado em três momentos, antes, durante e após a realização do evento.

“Nessa primeira etapa, vamos visitar hotéis, bares e restaurantes, empresas de montagem e quadrilhas juninas para saber a expectativa quanto ao evento. Durante a realização do Mossoró Cidade Junina, vamos entrevistar ambulantes, permissionários e turismo. E após as festividades, vamos voltar aos lugares que fomos na primeira etapa para ver se a expectativa foi alcançada”, explica o professor.

A proposta é mensurar com precisão os retornos dos gastos públicos com o evento para a economia, bem como entender a dinâmica do trade turístico, que envolve 52 atividades econômicas. Conforme Leovigildo Cavalcante, o objetivo é avaliar a movimentação da economia em decorrência do evento, quais os setores mais beneficiados e quais os aspectos econômicos que podem ser melhorados.

“O nosso intuito é pontuarmos que volume de recursos em circulação, quais cadeias econômicas foram mais beneficiadas com o evento e quais não tiveram resultados tão positivos, para que os gestores e empresários possam traçar um planejamento para atingir setores que não tenham sido tão beneficiados”, diz Cavalcante. Ele destaca que os dados resultantes da pesquisa serão disponibilizados em plataformas digitais, através de uma parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Além de sua importância para compreender e melhorar a economia local antes, durante e depois do Mossoró Cidade Junina, a pesquisa é um vasto campo de aprendizado prático para os alunos envolvidos. “Cada aluno vai poder ver na prática aspectos teóricos. Por exemplo, o estudante de economia vai ver na prática o efeito multiplicador, o de contábeis verá o processo licitatório, entre outros”, declara.

Para a estudante do 3º período de Gestão Ambiental, Stephane Loyde, a expectativa é muito boa. “Esse é meu primeiro projeto de pesquisa e estou entusiasmada porque a gente vai desenvolver a pesquisa no próprio evento”, afirma. O estudante do 2º período de jornalismo, Franciélio Gomes, também está entusiasmado. “O Mossoró Cidade Junina é um grande evento, muito importante para a economia. É uma alegria participar desse estudo, em especial por ser meu primeiro trabalho de pesquisa, e tenho certeza da grande contribuição para minha formação”, declara.

A Uern, por meio da Facem, desenvolveu estudo semelhante sobre os impactos socioeconômicos do Mossoró Cidade Junina em 2017. A pesquisa desse ano tem a proposta de fazer uma análise ainda mais ampla e profunda sobre os efeitos do evento junino para a economia local.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support