...

EN

ES

Roda de conversa aborda Agenda 2030 na Uern

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) está empenhada em colocar em prática os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). A temática foi mais uma vez abordada na manhã de hoje, 24, em uma roda de conversa no Campus Central com a presença de diversos setores acadêmicos e administrativos.

Coube à professora Jéssica Neiva Figueiredo Leite, assessora de Transparência e Governança da Uern, explanar sobre o que a Instituição já fez e o que pode fazer para alcançar as metas.

“Como Universidade não podemos nos furtar do compromisso com essa Agenda. Eu acredito que ninguém melhor do que nós, ninguém melhor do que as universidades podem contribuir com todos esses ODSs. O lema da Agenda 2030 é: ninguém fica pra trás, ninguém mesmo. É uma agenda que incorpora todas as pessoas. Nós como Universidade do Estado do Rio Grande do Norte não podemos deixar ninguém pra trás”, abordou.

A reitora Cicília Maia fez questão de enfatizar que a responsabilidade de termos uma instituição e/ou sociedade sustentável parte inicialmente de cada indivíduo e segue para as organizações ampliando sua abrangência.

“O que eu tenho escutado fora nos ambientes que eu tenho participado, é que a Agenda 2030 não está sendo utilizada da forma que é pra ser usada. As nossas instituições de ensino ainda não se deram conta da forma que podem ajudar a diminuir os impactos globais. E isso precisa ser feito numa pauta única para todo o mundo, porque é dela que vão sair as políticas públicas pensando na vocação regional, para o Estado, para o Brasil e para o mundo”, alertou.

O plantio e replantio de árvores nativas nos campi, o recolhimento e a destinação correta do lixo eletrônico, a diminuição do uso de produtos plásticos descartáveis, como copos e canudos, e a economia de energia elétrica e de água são alguns exemplos de práticas que a Uern já adota e que podem ser ampliadas ainda mais.

O vice-reitor Chico Dantas reforçou que o empenho deve partir de todos nós, como também das instituições de ensino. “Todas as universidades brasileiras precisam desenvolver suas ações sempre associadas aos Objetivos, obviamente, que são pertinentes ao nosso Brasil”, completou.

Alunos, professores e técnicos administrativos podem contribuir com sugestões e tirar dúvidas com a Assessoria de Governança e Transparência, ligada ao Gabinete da Reitoria, através do e-mail asstec@uern.br.

Confira os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável:

1. Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares;

2. Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável;

3. Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades;

4. Assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos;

5. Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas;

6. Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos;

7. Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos;

8. Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos;

9. Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação;

10. Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles;

11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis;

12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis;

13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos;

14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável;

15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade;

16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis;

17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support