REITOR E VICE SÃO EMPOSSADOS PARA GESTÃO 2009-2013

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) comemorou, na noite de ontem, 289, os 41 anos de fundação da instituição durante a Assembleia Universitária, no Teatro Municipal Dix-huit Rosado. Na ocasião, foram empossados o professor Milton Marques de Medeiros e o professor dr. Aécio Cândido de Sousa, respectivamente reitor e vice, para a gestão 2009-2013.

O magnífico reitor Milton Marques destacou a importância da expansão da UERN no Estado, hoje presente em todas as regiões do RN. Além disso reforçou o investimento na formação e na pesquisa. “Depois de 39 anos com ensino de graduação, a UERN também está com mestrados. Essa conquista foi de fundamental importância para a UERN e é o melhor caminho para conquistar recursos. Acabou a época em que os recursos chegavam através de aproximação com governantes de Estado ou por emendas de bancada”, frisou. “É importante a política de capacitação”, salientou o magnífico reitor, ressaltando, ainda, a importância do diálogo entre os vários segmentos da Universidade quando de sua primeira gestão.

Ainda durante sua fala, o magnífico reitor Milton Marques de Medeiros destacou o investimento feito em sua gestão na Universidade. “Churchil já dizia: ai daqueles que não cuidam de suas universidades. Feliz pois o povo que possui uma universidade… É inadmissível uma universidade introspectiva, uma universidade deve ser sempre uma instituição viva, ativa, a pulsar, qualquer coisa assim como um rouxinol que canta”, disse o reitor. “A UERN está cada mais participativa e tem avançado na elaboração dos seus documentos”, declarou.

Também durante a Assembleia, a chanceler e governadora do Estado do RN, Wilma de Faria, expressou sua alegria ao constatar os frutos gerados durante esses anos de trabalho. “Encontrei uma universidade rica em matéria-prima, com professores dedicados, mas sem a atenção devida do Estado para que eles pudessem melhorar suas atividades”, disse.

HOMENAGENS – Foi homenageado durante o evento com título de Professor Emérito, o professor Carlos Alberto Lima Filgueira; com Diploma do Mérito Administrativo, a servidora Antônia de Fátima Guimarães. Já a comenda Medalha da Abolição foi conferida a três personalidades que contribuem social e culturalmente para a cidade. Este ano, o bispo Dom Mariano Manzana (representado, na ocasião, pelo Padre Flávio) foi um dos escolhidos, bem como o Pastor Martim Alves da Silva, presidente das Assembleias de Deus em Mossoró e região Oeste, além de Edy Lima Moura, diretora do Abrigo Amantino Câmara.

Além das homenagens, durante a Assembleia Universitária também foi exibido um documentário, em que há prestação de contas da primeira gestão do professor Milton Marques de Medeiros.

UERN – A UERN foi criada pela lei municipal 20/68, em 1968, pelo então prefeito Raimundo Soares de Souza e sua nomenclatura era Universidade Regional do Rio Grande do Norte (URRN). Em 1987, o então governador Radir Pereira, depois de uma luta encabeçada pelo então reitor Padre Sátiro Cavalcante Dantas, estadualizou a instituição em 8 de janeiro daquele ano. A UERN já contava com o Campus Central, Campus de Assu, Patu e Pau dos Ferros.

41 anos depois, a UERN está presente em todas as regiões do Rio Grande do Norte. Possui seis Campi e 11 Núcleos Avançado de Educação Superior (NAES).