DIVULGADA A PROGRAMAÇÃO DO ENCOPE, CUJAS INSCRIÇÕES PODEM SER FEITAS ATÉ 03 DE AGOSTO

O Décimo Quinto Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão (XV ENCOPE) será realizado no período de 3 a 5 de setembro de 2008. Será um momento em que a UERN estará divulgando as suas atividades de formação, pesquisa, extensão e difusão de conhecimentos e cultura. Serão três dias de programações realizadas nos diversos espaços físicos do Campus Central em Mossoró: salas de aula, auditórios, centro de convivência e ginásio de esporte.
Conheça a programação e participe!

Cronograma
ATÉ 12 DE JUNHO – RECEBIMENTO DOS GTS
17 DE JULHO – INICIO DAS INSCRIÇÕES
3 DE AGOSTO – ENCERRAMENTO DAS INSCRIÇÕES
ATÉ 13 DE AGOSTO – AVALIAÇÃO DOS TRABALHOS
ATÉ 15 DE AGOSTO – DIVULGAÇÃO DA PROGRAMAÇÃO DE TODOS OS TRABALHOS APROVADOS E DISTRIBUIDOS POR SALA
3 A 05 – SETEMBRO – ENCOPE

Programação
Campi Universitários
1. ABERTURA DO XV ENCOPE – 2008
Data: 3 de setembro
Local: Teatro Lauro Monte Filho – Mossoró/RN
Horário: 19h
Conferência: Tema a confirmar
Conferencista: A confirmar

2. IV SALÃO DO PIBIC
Local: UERN – Campus Central
Período: 4 e 5 de setembro
Horário: 8h às 21h
Maiores informações:
PROPEG – Departamento de Pesquisa
Telefone: (084) 3315-2180
E-mail: dp@uern.br
O Salão do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica objetiva ser o espaço de divulgação das pesquisas realizadas nos 75 (setenta e cinco) projetos contemplados com bolsa vigentes em 2007/2008. Constituirá de palestra, sessões de comunicação oral, cujas apresentações serão avaliadas por uma banca, composta por dois membros do Comitê Institucional do PIBIC e um membro externo, pesquisador com bolsa de produtividade do CNPq.

3. II ENCONTRO DO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL/UERN
Local: Faculdade de Enfermagem – FAEN/UERN
Período: 4 e 5 de setembro
Horário: 14 às 17h
Maiores Informações:
E-mail: petcis-uern@googlegroups.com

Organizado pelos grupos PET em Ciências Sociais (PETCIS) e em Enfermagem (PETEN) da UERN. O encontro tem a finalidade de promover atividades de caráter científico e artístico-cultural integrando os grupos PET, a comunidade acadêmica e a sociedade. As atividades serão realizadas no período de dois dias, contando com oficinas, conferências e mesas-redondas.

Permitirá a realização de mini-cursos, oficinas, projeção de filmes organizados pelos grupos do Programa de Educação Tutorial (PET) dos Cursos de Ciências Sociais e de Enfermagem da UERN, aberto para alunos da graduação e de escolas públicas de ensino médio.

4. ENCONTRO NORTERIOGRANDENSE DE PESQUISA E EXTENSÃO EM SERVIÇO SOCIAL.
Local: Campus Central da UERN
Período: 4 e 5 de setembro
O encontro tem como objetivos:
Oferecer elementos para o aprofundamento da análise sobre a formação profissional, produção de conhecimento e emancipação humana;
Contribuir para o aprofundamento do debate intelectual e ampliação do intercâmbio acadêmico, privilegiando temáticas trabalhadas em pesquisas em andamento e concluídas no período de 2007/2008, bem como projetos de extensão e intervenção profissional, na área do Serviço Social;
Oferecer condições para a articulação entre pesquisadoras, profissionais e estudantes fomentando a formação/consolidação de grupos, redes de pesquisa e núcleos de extensão na área de Serviço Social na perspectiva do avanço do processo de articulação entre as instituições de ensino de Serviço Social no RN.

5. X SIMPÓSIO DE PESQUISA E EXTENSÃO
Destina-se à apresentação de trabalhos oriundos de projetos de pesquisa, de extensão e de ensino desenvolvidos por alunos da graduação, de Programa de Iniciação Científica de ensino médio da área tecnológica, alunos de pós-graduação e profissionais de várias áreas do conhecimento. Permitirá a socialização e debate das ações acadêmicas, científicas, tecnológicas e culturais desenvolvidas no âmbito da UERN, de outras IES e da sociedade civil organizada.

6. ENCOPE CULTURAL
Período: 4 e 5 de setembro
Local: Campus Central
Horário: 9h às 23h
O ENCOPE Cultural será o espaço destinado as apresentações culturais de grupos musicais, de teatro, de danças, talentos da UERN e da região que poderão ser convidados.

* Em breve estaremos divulgando a programação do ENCOPE cultural.

7. VIII SEMANA DE FILOSOFIA DA UERN
Tema: FILOSOFIA: CRISE E SOCIABILIDADE

Local: UERN – Campus Central
Período: 1 e 5 de setembro
Responsável:Prof. Francisco Ramos Neves Ramos
Em breve estaremos divulgando a programação da VIII Semana de Filosofia

Maiores informações:
Telefone: 3315 2194
E-mail:dfi@uern.br
www.filosofia.uern.zip.net

X SIMPÓSIO DE PESQUISA E EXTENSÃO

Informações sobre Apresentação dos Trabalhos no X SIMPÓSIO

Destina-se à apresentação de trabalhos oriundos de projetos de pesquisa, de extensão e de ensino desenvolvidos por alunos da graduação, de Programa de Iniciação Científica de ensino médio da área tecnológica, alunos de pós-graduação e profissionais de várias áreas dos conhecimentos. Permitirá a socialização e debate das ações acadêmicas, científicas, tecnológicas e culturais desenvolvidas no âmbito da UERN, de outras IES e da sociedade civil organizada.

Os trabalhos propostos para o Simpósio deverão ser enviados para os Grupos de Trabalho – GTs para apresentação em Comunicação Oral ou Painel.
Submissão dos resumos
A submissão do resumo será realizada exclusivamente através do preenchimento do formulário on-line.

Todas as informações, constantes no resumo, deverão estar ESCRITOS CORRETAMENTE e recomenda-se o uso mínimo de abreviações, pois nos Anais e no certificado serão impressos os nomes conforme escritos no formulário de inscrição sendo de total responsabilidade do autor.
O resumo será escrito em texto contínuo com número máximo de 500 palavras.
Poderão ser submetidos até 3 (três) resumos como autor principal, e o número de autores não deve exceder a 6 (seis) por resumo, incluindo os orientadores. O primeiro autor indicado no resumo será aquele que irá apresentar o trabalho no GT.
Resumo de discentes obrigatoriamente deverão conter um docente como orientador.
Resumos de discentes de nível médio só serão aceitos quando estes fizerem parte de Programa de Iniciação Científica em instituições da área tecnológica.

Elaboração do Resumo
1. O resumo deve ser escrito em português e conter os seguintes elementos: título do trabalho, autor(es), orientador, introdução (contendo a problemática, sua relevância e os objetivos/problema do trabalho), metodologia, resultados, conclusão e palavras-chave.
3. O resumo deve ter no máximo 500 palavras, sem contar título, autor(es), orientador e palavras-chave.
4. O sistema de inscrição não aceitará resumos contendo gráficos, tabelas ou imagens.
5. As informações pessoais e acadêmicas referentes ao autor e ao orientador serão de responsabilidade do autor do resumo.
6. Sugerimos que o resumo passe, antes de ser enviado, por revisão gramatical e estilística. Eventuais erros serão motivos para eliminação do resumo.
7. O resumo deve ser enviado EXCLUSIVAMENTE pelo formulário on-line de inscrição de resumo.

Os resumos serão avaliados obedecendo aos seguintes critérios.
Os resumos serão julgados pela comissão científica de cada GT e serão considerados os seguintes critérios:

* Clareza do problema e objetivos;
* Pertinência da metodologia;
* Clareza dos resultados (para trabalhos de pesquisa) ou eficácia da intervenção (para trabalhos de extensão);
* Coerência entre os objetivos, resultados e conclusões;
* Qualidade da linguagem (clareza da mensagem e articulação do discurso)
* Apresentar-se de acordo com as normas gramaticais e ortográficas da língua portuguesa

LISTA DOS GRUPOS DE TRABALHO

COMUNICAÇÃO ORAL
Nesta modalidade as apresentações serão organizadas por sessão com até 8 trabalhos enviados e aprovados nos Grupos de Trabalhos propostos para o X Simpósio.
O apresentador terá no máximo 10 (dez) minutos para apresentação de seu trabalho e 5 (cinco) minutos para o debate. Em cada sala de funcionamento do GT será disponibilizado um retroprojetor, ficando qualquer outro tipo de equipamento sob a responsabilidade da articulação do proponente do trabalho com o coordenador de cada GT.

OBS: Caso o número de resumos aprovados no GT exceda o número de 8 (oito) trabalhos por sessão, a equipe científica do GT encaminhará os resumos excedentes para apresentação em forma de painel.

PAINEL
O Painel deverá conter informações essenciais do trabalho:
Cabeçalho: título do trabalho (letra maiúscula), nome(s) do(s) autor(es) (incluindo orientador(es)), curso e instituição de origem;
Introdução: apresentação do campo temático, situação do problema/objetivos, importância de sua resolução;
Metodologia;
Resultados e discussão;
Conclusões;
Principais referências bibliográficas.
A formatação será de 90 cm (largura) x 100 cm (altura).
As informações do painel devem ser destacadas e expostas separadamente como itens, deverão usar fontes (letras) em tamanho e formato que facilite a leitura, pelo menos 2 metros de distância, podendo conter gráficos, tabelas ou imagens.
A data de apresentação dos painéis serão divulgados após a avaliação dos resumos pela equipe científica dos GT’s . O autor deverá afixar o painel pela manhã às 8h no ginásio e permanecerá até às 21:00 horas. No período das 19:30 às 21:00 horas o autor deverá permanecer próximo ao painel para ser avaliado pela comissão de avaliação. O material necessário para fixação dos painéis será de inteira responsabilidade de cada autor.

Inscrição (17/JULHO a 3/AGOSTO)
Poderão se inscrever no X Simpósio, alunos da graduação, alunos de Programa de Iniciação Científica de ensino médio da área tecnológica, alunos de pós-graduação e profissionais da educação básica e de Instituições de Ensino Superior e profissionais da sociedade civil organizada.
As inscrições deverão ser efetuadas exclusivamente através do preenchimento do formulário de inscrição on-line que em breve estará disponível.

Taxa de inscrição

O valor da taxa de inscrição é:
R$ 10,00 para estudantes da UERN
R$ 20,00 para profissionais da UERN
R$ 20,00 para estudantes de outras instituições de ensino
R$ 25,00 para profissionais de instituições de ensino e da sociedade civil.

A taxa acima citada é para inscrição no evento, com direito a recebimento do material, certificado e submissão de resumos para o X Simpósio de Pesquisa e Extensão.

OBSERVAÇÃO: Serão isentos da taxa de inscrição os alunos da UERN residentes, os que moram na Casa do Estudante, os monitores do ENCOPE e os alunos VOLUNTÁRIOS dos seguintes programas: Programa Institucional de Monitoria (PIM), Programa de Iniciação Científica e Projetos de Extensão, mediante comprovação.

A FORMA DE PAGAMENTO SERÁ BOLETO BANCÁRIO

A taxa de inscrição NÃO será devolvida.

Grupos de Trabalho
Clique nos títulos dos grupos para visualizar as ementas
 

A DINÂMICA DA (RE)PRODUÇÃO DO ESPAÇO: CONSTRUÇÃO DAS PAISAGENS SÓCIO-ESPACIAIS E URBANIZAÇÃ
O conceito e a teoria do espaço geográfico, elementos, categorias e dinâmica metodológica; a construção das paisagens sócio-espaciais que compõem os espaços de vivência e produção econômica, cultural etc. abordando seus aspectos e características; o processo de urbanização como fator de definição do perfil do espaço contemporâneo, sua estrutura, fluidez e os estudos de caso que exemplificam. 
 

A FILOSOFIA HOJE: LEITURAS DA CULTURA E DA CRISE DO MUNDO CONTEMPORÂNEO
Psicanálise e filosofia; Psicanálise e marxismo como escolas da suspeita. Escola de Frankfurt: Leitura dos fenômenos culturais do mundo contemporâneo. Filosofia e cultura de Massas. Lipovetsky e a era do vazio. Sloterdijk: a crise do humanismo e o advento da era pós humanista. Nietzsche como um crítico da cultura. Schopenhauer: antecessor de Nietzsche e da psicanálise 
 

A IMPORTÂNCIA DA ATUALIDADE DO PENSAMENTO DE JOSUÉ E DE CASTRO
Josué de Castro: Vida e obras. A importância do legado de Josué de Castro para a geografia. Atualidade do pensamento de Josué de Castro: Urbanização e fome. 
 

AGROECOLOGIA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
Agroecologia, agricultura sustentável, agricultura orgânica, controles alternativos de pragas de doenças de plantas, práticas agropecuárias conservacionistas, desenvolvimento sustentável em áreas rurais. 
 

ASPECTOS SÓCIO-ECONÔMICOS DOS MUNICIPIOS NORTE-RIO GRANDENSES
Constituição geo-histórica do lugar e toponímia. Processo de ocupação e povoamento. Atividade econômica fundadora. Evolução político-administrativa. Aspectos da Regionalização estadual. Configuração territorial municipal no contexto estadual e regional. Principais aspectos demográficos do município com ênfase para os seguintes aspectos: população absoluta e relativa, população urbana e rural, índice de urbanização, crescimento vegetativo, mortalidade infantil, estrutura sexual, familiar e ocupacional. Setores e atividades econômicas mais representativas na atualidade e IDH municipal. Contradições sócio-espaciais. 
 

ATIVIDADE FÍSICA, SAÚDE E DESENVOLVIMENTO MOTOR
Discutir elementos voltados às variáveis biofísicas norteadoras de programas de atividades promotoras de saúde e do desenvolvimento motor de indivíduos em diferentes faixas etárias 
 

BIOLOGIA E EPIDEMIOLOGIA DAS PRINCIPAIS DOENÇAS QUE ACOMETEM OS SERES HUMANOS
Discussão dos princípios biológicos envolvidos e/ou relacionadas ao desenvolvimento das principais doenças que acometem os seres humanos; Análise do perfil epidemiológico das principais doenças humanas; Utilização de substâncias químicas e outras alternativas terapêuticas para o tratamento e/ou diagnóstico destas patologias. 
 

BIOLOGIA EXPERIMENTAL
Os trabalhos a serem apresentados neste grupo de discussão devem abordar, direta ou indiretamente, o estudo da fisiologia e dos mecanismos de agressão e defesa, de origem endógena ou exógena (fisiopatologias). Espera-se trabalhos de natureza experimental nas áreas de Fisiologia, Bioquímica, Imunologia, Microbiologia e Parasitologia que não tratem de questões clínicas envolvendo seres humanos. 
 

CAMINHOS DA MATEMÁTICA NA SALA DE AULA
Análise de livros didáticos de matemática e o seu papel na sala de aula; Os recursos da Resolução de Problemas, História da Matemática e as Novas Tecnologias no ensino de matemática. A ludicidade nas aulas de matemática, o jogo como instrumento de aprendizagem. 
 

CIDADE EM MOVIMENTO:PRÁTICAS, REPRESENTAÇÕES E DESAFIOS URBANOS CONTEMPORÂNEOS:
(Re)leituras da dinâmica urbana a partir das práticas e representações que envolvem a complexidade urbana na contemporaneidade. 
 

CLIMA E MEIO AMBIENTE
Climatologia aplicada. Climatologia agrícola. Estudos de impactos climáticos e ambientais. Degradação ambiental. Microclimatologia. Conforto térmico. Impactos ambientais urbanos. 
 

COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA, DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA E AGENDAMENTO
O Grupo de trabalhos visa discutir os diversos temas que se relacionam com a comunicação estratégica midiática e de marketing, com a construção do discurso de divulgação científica, e ainda engloba trabalhos que versem sobre a teoria do agendamento social da mídia em contextos institucionais diversos. 
 

COMUNICAÇÃO, CULTURA E SOCIEDADE:
Efeitos culturais das práticas midiáticas. Genealogia da cultura a partir dos meios de comunicação. Processos comunicacionais, uso e consumo midiático. Gêneros e Linguagens midiáticas. Memória e Sociedade. 
 

COSMOS, PHYSIS E ARCHÉ: UNIDADE E MULTIPLICIDAD
O período cosmológico e a origem da filosofia. A busca de um fundamento ou princípio para as coisas existentes. A physis compreendida enquanto natureza física e suas relações com a vida humana na sua dimensão social e política. 
 

CUIDAR, EDUCAR, GERENCIAR E INVESTIGAR AÇÃO INTEGRADORA DO TRABALHO DO ENFERMEIRO
Processo de trabalho de Enfermagem na perspectiva da Integralidade, os conceitos de necessidade de saúde, finalidade do trabalho, objeto de trabalho, instrumentos de trabalho, força de trabalho e organização do trabalho na saúde e Enfermagem na inflexão estruturante das necessidades de Saúde no SUS – a universalidade, integralidade e equidade. A formação do Enfermeiro; o trabalho como instrumento de transformação das ações de saúde na sociedade e no hospital,  processo de trabalho do enfermeiro é constituído pelo cuidar/cuidado de enfermagem, pela gestão e administração da assistência, pelo processo educativo e pelo processo investigativo. 
 

CULTURA, ARTE E LITERATURA
Enfoca trabalhos de pesquisa e extensão universitárias que reflitam sobre ciência e cultura, música, poesia e itinerários intelectuais, reflexões que sejam de natureza transdisciplinar e complexa. 
 

DESENVOLVIMENTO E AGRICULTURA
Questões agrícolas e agrárias. Desenvolvimento local, territorial e sustentável. Arranjos produtivos locais. Comercialização agrícola. Políticas agrícolas. Agricultura familiar. Agronegócio. Tecnologia de produção agrícola. 
 

DIVERSIDADE E PRODUTOS VEGETAIS
O grupo de pesquisa terá como objetivo estudar diferentes aspectos vegetais, principalmente aqueles relativos a levantamento, manutenção e propagação de espécies nativas. 
 

ECOLOGIA E SISTEMÁTIICA ANIMAL
Biodiversidade animal e aspectos ecológicos do semi-árido nordestino, com ênfase na região oeste potiguar. Ecologia e sistemática de macroinvertebrados bentônicos associados ao sedimento e vegetação em corpos aquáticos continentais; 2) Biodiversidade e ecologia animal no litoral semi-árido e em ecossistemas aquáticos continentais; 3) Ecologia comportamental e sistemática de pequenos cetáceos no litoral norte. Diversidade e Paleocologia de vertebrados. 
 

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO
Acolherá trabalhos que tenham como objeto de reflexão a Educação a Distância – EAD e o uso de tecnologias nas práticas educacionais. Esta problemática será abordada a partir de dois eixos temáticos: um eixo teórico, enfatizando as noções de EAD, tecnologia e comunicação, e outro que destacará a produção e o uso de tecnologias na educação. 
 

EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS
Estudos e pesquisas sobre a Educação de Jovens e Adultos, destacando os pontos: A educação de jovens e adultos nas políticas públicas de educação. Formação inicial e continuada de professores da EJA. O processo de ensino-aprendizagem dos jovens e adultos. Práticas educativas e organização do trabalho pedagógico na EJA. 
 

EDUCAÇÃO E LINGUISTICA APLICADA
Processo ensino-aprendizagem da escrita na alfabetização. Processo ensino-aprendizagem da escrita ortográfica nos anos iniciais do ensino fundamental. Contribuições da Lingüística Aplicada para o processo ensino-aprendizagem da escrita. 
 

EDUCAÇÃO FÍSICA, SOCIEDADE E IMAGINÁRIO
O GT Educação Física, sociedade e imaginário tem em sua segunda versão, a preocupação de articular os saberes afeitos ao campo de estudos da Educação Física e suas interfaces com as construções teóricas ligadas à sociedade e ao imaginário. Como apêndice do Grupo de Pesquisa Educação Física, Sociedade e Saúde busca descortinar possibilidades a partir do ensino, pesquisa, extensão e aponta alternativas de investigação de questões relacionadas ao imaginário no esporte, orientadas pelos estudos da mídia e da sociedade. 
 

EDUCAÇÃO MUSICAL NO BRASIL E SEUS MÚLTIPLOS ESPAÇOS DE ATUAÇÃO
Perspectivas de atuação para o profissional da Educação Musical no Brasil, considerando espaços como as escolas da nível básico, as escolas especializadas, ONG’s, educação a distância, corais, bandas, projetos culturais e outros. 
 

EDUCAÇÃO, REESTRUTURAÇÃO PRODUTIVA E QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL
Reestruturação produtiva. A centralidade do trabalho. Trabalho e política educacional. Educação e qualificação profissional. Mercado de trabalho no século XXI. 
 

ENGENHARIA DE SOFTWARE:
Computação móvel, computação ubíqua, computação pervasiva, computação embarcada, sistemas em tempo-real, e redes sensores; desenvolvimento de software orientado a aspectos; Engenharia de requisitos;gestão de conhecimento, ensino à distancia e aprendizagem colaborativa. 
 

ESTADO, POLÍTICAS PÚBLICAS E EDUCAÇÃO
O eixo principal relaciona-se com a configuração do Estado e suas conseqüentes ações voltadas para a garantia dos direitos sociais, sejam estas promovidas pelo Governo Federal, Estados e Municípios. Espera-se que os temas enfoquem diversos ângulos de análises das políticas públicas, enfatizando suas demandas comuns, tipos de políticas, suas fases ou ciclos, além dos atores públicos ou privados envolvidos em sua formulação e implementação. Propõe ainda, a reflexão sobre questões relacionadas com a educação. 
 

ESTUDOS REGIONAIS E A CIDADE
Estudos sobre a dinâmica socioespacial urbana, considerando a interface campo-cidade, bem como as relações que se estabelecem entre as cidades que constituem a rede urbana regional. A produção do espaço urbano-regional, a reprodução das relações sociais de produção do espaço urbano, o planejamento urbano e regional. 
 

ÉTICA E FILOSOFIA POLÍTICA
O GT abre um espaço de discussão sobre Ética e Filosofia Política, com temáticas relacionadas ao sujeito, cidadania, soberania, liberdade, poder, democracia, direito e globalização, sugerindo as seguintes linhas de apresentação: Filosofia e Política; Filosofia e Direito; Ética e Política e Ética Geral. 
 

ÉTICA, PRECONCEITO E DIREITOS HUMANOS
Congrega trabalhos que realizem discussões sobre: os fundamentos ontológicos-sociais da dimensão ético-moral da vida social; o debate teórico-filosófico sobre as questões éticas da atualidade; as diferentes manifestações cotidianas do estigma, do preconceito e da discriminação; o debate contemporâneo sobre os Direitos Humanos. 
 

FILOSOFARTE: ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO
A indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão possui um locus privilegiado nas atividades artísticas. Refletir sobre as diversas possibilidades de conexão entre filosofia e manifestações artístico-culturais, a partir da articulação entre ensino, pesquisa e extensão, é um desafio para quem faz parte de um curso de licenciatura em filosofia. 
 

FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO E ENSINO DA FILOSOFIA
Filosofia da educação. O ensinar filosofia e o ensinar a filosofar. Reflexões e polêmicas metodologias, didáticas, conteúdos, políticas e pedagogia do ensino da filosofia. Práticas e relatos de experiências sobre o ensino da filosofia. O estágio supervisionado. Licenciatura e a estrutura curricular do curso de filosofia. O ensino da filosofia e educação à distância. Pesquisa, extensão e novas estratégias no ensino da filosofia. 
 

FORMAÇÃO E ATUAÇÃO DO DOCENTE EM EDUCAÇÃO E EM CIÊNCIAS DA RELIGIÃO
Investigar a formação e atuação do docente da Educação e das Ciências da Religião analisando a trajetória de sua formação e atuação bem como sua Identidade e seu discurso sobre os saberes da docência. O dizer e o fazer dos docentes no exercício da docência é outro ponto importante de investigação. 
 

FORMAS DO SAGRADO: ESTUDOS SOBRE O FENÔMENO RELIGIOSO
Considerando o sagrado como idéia que acompanha o homem em suas diversas formas histórico-culturais, das quais derivam produtos singulares que articulam narrativas, práticas e valores em torno de concepções de mundo, o GT objetiva reunir trabalhos que abordem o fenômeno religioso tomando como referencial os aportes das Ciências da Religião em seus matizes conceituais, metodológicos e analíticos. 
 

GÊNERO E FEMINISMO:
O GT visa congregar trabalhos que realizem reflexões sobre: relações sociais de gênero e patriarcado; relações sociais de sexo em suas diversas perspectivas teórico-políticas; feminismo como movimento de transformação e violência sexista. 
 

GÊNEROS TEXTUAIS E ENSINO
Estudos sobre a organização e a funcionalidade dos gêneros textuais nos mais diversos contextos e sobre os processos de ensino-aprendizagem dos textos em ambientes escolares e/ou fora deles. 
 

GEOGRAFIA E ENSINO EM PERSPECTIVA
Reflexão sobre o ensino de Geografia no tocante às suas práticas, particularidades e possibilidades no contexto educacional atual. 
 

GEOGRAFIA FÍSICA, MEIO AMBIENTE E ORDENAMENTO TERRITORIAL:
O GT tem como objetivo discutir aspectos relacionados à utilização dos conhecimentos fornecidos pela Geografia Física Aplicada no ordenamento territorial e suas correlações com a proteção do meio ambiente. Questões vinculadas ao planejamento e políticas públicas municipais, como planos diretores, unidades de conservação, zoneamentos ambientais, impactos ambientais em áreas urbanas e rurais, uso e ocupação do solo em áreas de preservação permanente (APPs,), assim como o ensino de Geografia Física, correspondem ao objeto de discussão do presente Grupo de Trabalho. 
 

GESTÃO ORGANIZACIONAL E SUAS ÁREAS DE ATUAÇÃO
Gestão de Pessoas, Empreendedorismo, Gestão Financeira, Gestão da Produção, Gestão de Materiais, Gestão de Marketing e Comunicação, Tecnologias Organizacionais, Gestão de Incubadoras, Associativismo e Cooperativismo, Inovaqação Tecnológica. 
 

HISTÓRIA REGIONAL E LOCAL E ENSINO DA HISTÓRIA
Agregar pesquisas no contexto das histórias regional e local. Abordagem de questões em torno de práticas culturais, educacionais, sociabilidades, política e economia, seja na cidade, seja no campo, de forma a suscitar o debate acerca da historiografia ou do ensino da História na educação básica. 
 

LITERATURA BRASILEIRA: ALGUMAS POSSIBILIDADES DE ANÁLISE
Estudos sobre a Literatura Brasileira, tendo em vista alguns gêneros como: romance, conto e crônica visando algumas interpretações com ênfase no social, no feminino e na personagem. 
 

LITERATURA E FORMAÇÃO DO LEITOR
Aspectos históricos, teóricos e metodológicos da presença da literatura infantil na escola. A importância da literatura infantil na formação de leitores, em processos educativos formais e informais. Experiências de leitura de literatura. Formação de mediadores de leitores. 
 

LITERATURA, SOCIEDADE E GÊNERO
Este GT destina-se a reunir trabalhos que discutam as muitas relações entre literatura, sociedade e gênero, seja o texto literário produzido por mulheres ou sobre representações da figura feminina tão fortemente marcadas na literatura e na sociedade brasileira. 
 

LITERATURA: PERCURSOS DA CIDADE E DO INTERIOR
Este GT destina-se a reunir trabalhos que discutam as muitas relações da literatura com a cidade, seja esta uma grande metrópole ou uma cidadezinha do interior. Ou ainda, as tantas relações da literatura com regiões interioranas. Assim, o GT abriga obras, temas, motivos, narradores, personagens e outros aspectos que fazem do texto literário expressão/representação da vida urbana, ou da vida interiorana do nosso país. 
 

MEIO AMBIENTE, GESTÃO AMBIENTAL E EDUCAÇÃO AMBIENTAL:CONCEITOS REFLEXÕES E PRÁTICAS
Busca-se discutir formação, concepções e práticas de educação e ambiente que têm se constituído no campo ambiental, numa perspectiva interdisciplinar e transdisciplinar, abrangendo cidadania, ética e gestão ambiental.Pretende-se contribuir na explicitação dos diferentes pressupostos políticos, epistemológicos e metodológicos que fundamentam as intervenções sociais de natureza educativa e de gestão ambiental no desenvolvimento de projetos de pesquisa, ensino e extensão em resposta à crise socioambiental. 
 

MÚSICA E CONTEMPORANEIDADE
Reflexões sobre as diversidades do fazer musical na contemporaneidade, abarcando a composição, consumo, produção e distribuição. 
 

OTIMIZAÇÃO COMBINATORIA E INTELIGÊNCIA COMPUTACIONAL
Discutir temas relacionados à área de Otimização Combinatória e afins. Assim como técnicas Metaheuristicas e heurísticas para a resolução de problemas de grande complexidade e também a Pesquisa Operacional. Além de Técnicas que visem resolver os problemas clássicos de otimização como Problema do caixeiro Viajante, Problema da Mochila e etc. 
 

PESQUISA CONTEMPORANEAS EM CONTABILIDADE
O Grupo de trabalho tem por finalidade discutir pesquisas cientificas em Contabilidade em que procurará encontrar soluções para alcançar o objetivo da contabilidade, que é de oferecer informações diferenciadas para cada tipo de usuário individualmente para que este possa tomar a melhor decisão possível e verificar as grandes transformações no mundo dos negócios e delinear as alterações proporcionadas na contabilidade e também difundir a pesquisa da Contabilidade Internacional procurando harmonizar os procedimentos contábeis visando atender a demanda dos usuários da contabilidade. 
 

PESQUISA E FORMAÇÃO PROFISSIONAL
Congregar trabalhos que realizem discussões sobre: o debate teórico-metodológico sobre o processo de construção do conhecimento; a investigação como dimensão constitutiva da formação profissional; pesquisa como subsídio para a produção do conhecimento; a formação profissional no contexto atual da Universidade brasileira. 
 

POLÍTICAS SOCIAIS VOLTADAS À INCLUSÃO: perspectiva de minimização das desigualdades sociais.
Reflexão sobre as políticas e práticas inclusivas nas áreas de educação, saúde, assistência social e jurídica na perspectiva de minimização das desigualdades sociais no contexto contemporâneo. 
 

PRODUÇÃO TEXTUAL E PRÁTICAS DISCURSIVAS
Reunir pesquisas que tratem de temáticas relacionadas com a produção textual (oral e escrita) e práticas discursivas, tanto em contexto escolar e acadêmico como em contextos extra-escolares. Abordagem de questões em torno de atividades de linguagem que atravessem as diversas esferas das atividades humanas, seja no mundo cotidiano, seja no mundo da ciência, seja no mundo da arte. 
 

PUBLICIDADE, MÍDIA E NOVAS TECNOLOGIAS EM COMUNICAÇÃO
Visa discutir a publicidade, a mídia e as novas tecnologias na comunicação a partir de temas abordem: a publicidade e o planejamento de mídia no atual cenário tecnológico; a interface hipermídia e sua usabilidade nos suportes de veiculação publicitária; a publicidade e a mídia nos suportes impressos, eletrônicos, virtuais e digitais; as novas tecnologias no espaço social, na educação, na comunicação e na formação do profissional de publicidade. 
 

QUESTÃO AGRÁRIA, POLÍTICAS PÚBLICAS E MEIO AMBIENTE
Objetiva congregar trabalhos que tratam da Questão agrária e sua relação com as políticas públicas,programas e projetos não esquecendo de mencionar a dimensão ambiental.Nestes podem ser apresentados também a avaliação dos projetos e politicas de enfrentamento da Questão agrária nestas últimas décadas precisamente no Rio Grande do Norte. 
 

REDES E SISTEMAS DISTRIBUIDOS
A área de redes de computadores e sistemas distribuídos tem desempenhado um importante papel no desenvolvimento social, oferecendo um conjunto de infra-estruturas para diversas aplicações na sociedade moderna. Este GT se propõe a discutir os principais avanços nesta área, abordando temas como segurança, concorrência, middleware, desempenho, protocolos, simulações e novas ferramentas. 
 

SAÚDE COLETIVA, PRECARIZAÇÃODO TRABALHO EM SAÚDE, SAÚDE DA FAMÍLIA
Conhecimento referente à construção histórica das políticas sociais particularizando as políticas de saúde. Movimentos populares e de saúde. O estado neoliberal e a atendimento a essas demandas. A saúde como direito de cidadania. Produção e organização dos serviços de saúde no país. Precarização do trabalho e do trabalhador, nos serviços de saúde e Estratégia Saúde da Família. 
 

SAÚDE E CIDADANIA
Aborda Temáticas como: práticas de saúde, participação popular, educação em saúde, responsabilidade social; nas seguintes linhas: Práticas de saúde e educação como ferramentas para a cidadania; Educação como instrumento formador da consciência cidadã no contexto da atenção à saúde; Experiências exitosas em saúde e cidadania e Novas tecnologias da informação para educação e saúde. 
 

SOCIABILIDADE, CONFLITOS E VIÔLENCIA NA CONTEMPORANEIDADE
Nos dias atuais temos assistido novas formas de relações sociais, com destaque para o papel crescente dos conflitos sociais. Esse GT procura discutir as formas de sociabilidade configuradas na contemporaneidades das sociedades contemporâneas, notadamente na sociedade brasileira, enfocando particularmente o papel dos conflitos latentes e manifestos no estabelecimento das relações socioculturais em nossos dias. 
 

SOCIEDADE, EDUCAÇÃO E SAÚDE
Contempla pesquisas e atividades de extensão universitária que estudam as relações entre sociedade, educação e saúde em sua dimensão social e antropológica. Envolve o itinerário do pensamento de intelectuais que estudam tais dimensões. 
 

TELEVISÃO DIGITAL INTERATIVA
Contempla os seguintes temas de interesse, não exclusivos: Armazenamento de mídia digital, Compressão de imagem e vídeo, Ferramentas de criação de conteúdo interativo, Tecnologias de interatividade, Middleware para TV Digital, Narrativa interativa, Multimídia, Games on-line, Vídeo Digital, Interface Humano-Computador, Novos conceitos de interatividade. 
 

TRABALHO, QUESTÃO SOCIAL E POLÍTICAS SOCIAIS
Visa congregar trabalhos que realizem discussões sobre: a categoria trabalho e processo de trabalho; questão social, direitos e cidadania; transformações no mundo do trabalho; o debate contemporâneo das políticas sociais no contexto do neoliberalismo; legislação social e políticas sociais. 
 

TURISMO E GESTÃO DEO TERRITÓRIO
Compreender o papel do Estado na formulação de políticas públicas; investigar as possibilidades de desenvolvimento da atividade turística visando os princípios da sustentabilidade; examinar o cenário atual de desenvolvimento do turismo no nordeste brasileiro; estudar a pertinência e a relevância das atuais políticas públicas de turismo para o desenvolvimento local na região nordeste; 
 

VIRTUALIDADE E INOVAÇÃO 
 

 

COMISSÃO CENTRAL

Profª Esp. Ana Maria Morais Costa (PROEX)
Prof. Dr. Carlos Antonio López Ruiz (PROPEG)
Profª Drª. Geovânia da Silva Toscano (PROEX)
Prof. Dr. Iron Macedo Dantas (PROPEG)

 

Equipe Organizadora
COORDENAÇÃO GERAL
Geovânia Toscano (PROEX)
Iron M. Dantas (PROPEG)

SECRETARIA GERAL:
Telma Ferreira Maria da Rocha
Karla Veruska Diniz Maia
Bolsista: Jaine Barreto

1. X SIMPÓSIO DE PESQUISA E EXTENSÃO:
Iron M. Dantas
Vinicius Claudino de Sá
Rubiassa de Santana Simão
Fernando Augusto Aquino de Oliveira

2. COORDENAÇÃO DO SALÃO PIBIC:
Prof. Wogelsanger Oliveira Pereira (PROPEG)

3.COORDENAÇÃO DE FINANÇAS E COMERCIALIZAÇÃO:
Jorgiana de Freitas Pontes
Adriano Rainer Almeida Carneiro

4. COORDENAÇÃO DE DIVULGAÇÃO, COMUNICAÇÃO, MEMÓRIA E MARKETING:
Francisca Rodrigues Carneiro
Rubia Maria de Lima
Bolsistas:
Leandro Wagner Fernandes
Maria Raylane Ferreira Pinheiro

5.COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA:
Antonia Leonildes Barbosa
Hélio Castro
Bolsistas:
Verinaldo de Paiva Silvae
Andreza Kilvia Costa de Assis.

6. COORDENAÇÃO DE CERIMONIAL:
Secretaria

7. ENCOPE CULTURAL:
Geovânia Toscano
Ana Maria Moraes Costa
Etevaldo Almeida Silva
Joriana de Freitas Pontes

8. COORDENAÇÃO DE SISTEMA DE INFORMÁTICA:
Pedro Fernandes Ribeiro Neto (PROPEG)
TNS:
Wandson André de Lima Macedo
Bolsistas:
Talles da Silva Lopes
Linniker Ramon Leite Lima

Desenvolvimento do Sistema e Banco de Dados:
Unidade de Processamento de Dados (UPD)

Contatos
Secretaria Geral do ENCOPE: Jaine Barreto
Telefone: (084) 3315-2184
E-mail: encope@uern.br
Expediente: 7h às 11h – 13h às 17h
Endereço: Pró-Reitoria de Extensão – PROEX
Campus Central/UERN